Escrito em por & arquivado em Sem categoria.

 

 

 

 

A OCULARE OTICAS como sempre trazendo as ultimas novidades da RAYBAN com os novos e estilosos Óculos de Sol RB3581N BLAZE uma novidade para os amantes do modelo Aviador, com lentes únicas e costadas a laser, podem ser encontrados em armações Brown/Havana com lentes G-15 e Dark Violet Prata espelhado e Amarelo espelhado, que são super tendência nesta estação. Elaborados a partir de Metal e Plástico com lentes de policarbonato, os Óculos de Sol BALZE são super fashion e ao mesmo tempo resistentes.

Escrito em por & arquivado em Sem categoria.

O QUE E CONJUNTIVITE ?

A conjuntivite é uma doença que se caracteriza pela inflamação da conjuntiva, causada por agentes tóxicos, alergias, bactérias ou vírus. A conjuntiva é a membrana transparente que recobre o globo ocular e a parte interna da pálpebra. A conjuntivite viral é altamente contagiosa, freqüente no verão, e apesar de não ser grave provoca muito incômodo e alguns cuidados devem ser tomados para que não se transforme em epidemia.

Geralmente compromete os dois olhos, não necessariamente ao mesmo tempo, sendo o contagio feito pelo contato direto com a pessoa doente ou objetos contaminados. Esta contaminação ocorre com maior facilidade em ambientes fechados como escolas, creches e ônibus.

Segundo o Ministério da Saúde, não há no Brasil um número oficial de casos por ano, já que a doença não é de notificação obrigatória, como ocorre com a dengue. Mas é importante ficar atento, porque, se não for prevenida, pode provocar uma epidemia e levar à ausência de pessoas no trabalho, na escola e em outros compromissos sociais.

A inflamação acontece com mais frequência durante o verão, mas são registrados casos em todas as épocas do ano. Piscinas não tratadas, lagos e a água do mar podem ser meios de transmissão, dependendo da contaminação da água. A secreção nos olhos funciona como um veículo para o contágio – por isso, essa costuma ser a fase mais preocupante.

As principais causas podem ser:

 

• Conjuntivite Infecciosa: é uma doença que pode ser transmissível de individuo a individuo, onde os olhos doem e lacrimejam um liquido amarelado. Esta é transmitida por vírus ou bactérias sendo contagiosa e atingindo qualquer idade. Afinal, a conjuntivite infecciosa é um tipo de conjuntivite transmitido por uma contaminação que se dá pelo ar, principalmente quando os ambientes são fechados e no compartilhamento de objetos de uso comum que podem estar contaminados. Lembrando que o contato direto com pessoas contaminadas é o principal fator para contaminar outras pessoas, geralmente que visam na mesma casa ou nos ambientes de trabalho e escolar.

• Conjuntivite Alérgica: atinge em geral os dois olhos em pessoas que sejam predispostas à algum tipo de alergia. Este tipo de conjuntivite não é contagioso, então não necessariamente passa de uma pessoa para outra ou de um olho para o outro. Essas conjuntivites alérgicas têm como sintomas a coceira excessiva nos olhos e pálpebras deixando os olhos vermelhos e uma secreção grudenta e clara. Esta, porém costuma ir e voltar em alguns pacientes, sendo necessário realizar um tratamento para a conjuntivite alérgica. É mais comum que este tipo de conjuntivite ocorra em regiões mais frias, normalmente tratadas com o uso de colírios.

• Conjuntivite Tóxica: geralmente é causada através do contato direto com algum agente tóxico. O que costuma causá-la é o contato com colírio medicamentoso, produtos de limpeza, fumaça de cigarro, poluentes industriais, shampoos, venenos agrícolas ou inseticidas. O individuo com a conjuntivite tóxica precisa lavar os olhos com água abundante e procurar um médico oftalmologista ou centro de saúde o mais rápido possível. Este tipo de conjuntivite apresenta um lacrimejamento aquoso e transparente e não costuma durar muitos dias, com exceção de agentes contaminadores muito fortes a ponto de estender o período da doença.
é causada por contato direto com algum agente tóxico, como colírios, produtos de limpeza, fumaça de cigarro, poluição do ar, sabão, sabonetes, spray, maquiagens, cloro e tintas para cabelo.

Sintomas de Conjuntivite: Um ou mais sintomas podem se combinar: sensação de areia, coceira, olhos vermelhos, fotofobia (sensibilidade à luz), inchaço nas pálpebras e secreção nos olhos.

Tratamento de Conjuntivite: O tratamento depende da causa. Medicamentos (pomadas ou colírios) podem ser recomendados para combater a infecção, aliviar os sintomas e o desconforto. Algumas recomendações podem ajudar:

• Lavar as mãos com frequência;
• Não colocar as mãos nos olhos para evitar a recontaminação;
• Evitar coçar os olhos para diminuir a irritação da região;
• Lavar as mãos antes e depois da aplicação do medicamento;
• Não encostar o frasco do medicamento nos olhos;
• Suspender o uso de lentes de contato.

Escrito em por & arquivado em Promoções.

14585336_10210707026131898_1754152057_n

OUTUBRO ROSA

O nome remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e instituições públicas. O movimento começou na década de 90 nos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas de realização de mamografia e de detecção do câncer de mama no mês de outubro.

AUTOEXAME
O autoexame é uma medida importante para identificar nódulos de um possível câncer de mama. Esse procedimento preventivo deve ser realizado todos os meses, sempre após o período menstrual.
Nele, as mulheres devem estar atentas também a alterações como retração da pele ou do mamilo, inchaços, assimetria, avermelhamento, secreção com sangue e gânglios que surgem nas axilas, crescem e não somem. Porém, apresentar um desses sintomas não significa que há câncer, mas é um indicativo de que é preciso procurar um médico.

SINTOMAS
– Nódulo endurecido
– Abaulamento de uma parte da mama
– Inchaço da pele
– Vermelhidão no local
– Inversão do mamilo
– Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas
– Sensação de nódulo aumentado na axila
– Espessamento ou retração da pele ou do mamilo
– Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos
– Inchaço do braço
– Descamação ou coceira

a-02out_outubro_rosa_capa_face

FATORES DE RISCO.
– Ser mulher
– Raça branca
– Predisposição genética hereditária
– Mulher sem história de gravidez ou com gravidez depois dos 30 anos de idade
– Obesidade
– Cigarro
– Consumo de álcool (mais de suas doses diárias)
– Menopausa tardia
– Primeira menstruação antes dos 11 anos
– Terapia de composição hormonal combinada (por mais de 10 anos)
– Antecedentes de radioterapia
– Mamas densas
– Excesso de exposição à radiação
– Vida sedentária
– Dieta desequilibrada
– Terapia de reposição hormonal sem orientação e acompanhamento médico
– Nuliparidade (nunca ter engravidado).

98% DE CHANCES DE CURA!
Os sinais e sintomas do câncer de mama podem variar de mulher para mulher. Algumas podem não apresentar nenhum, enquanto outras podem ter todos. A medicina não é matemática, cada organismo reage de um jeito. O mais importante é a mulher conhecer o próprio corpo para detectar, antecipadamente, o possível tumor. Quando precoce, o câncer de mama tem 98% de chances de cura.

Escrito em por & arquivado em Sem categoria.

images-1

Pai
a tua presença constante
o olhar às vezes distante
me fazem te admirar

Pai
o teu abraço apertado
mãos firmes e sempre ao meu lado
me dão forças pra caminhar

Pai
o teu sorriso ilumina
a tua voz me fascina
me acalma nas horas de dor

Pai
amigo, herói, companheiro,
sincero, leal, verdadeiro
o meu exemplo de amor

Pai
hoje eu quero te agradecer
ter me dado o dom de viver
de ser forte, crescer e lutar

Pai
quero dar-te um abraço bem forte
e sorrir bem feliz pela sorte:
ser teu filho e poder te abraçar

Escrito em por & arquivado em Sem categoria.

CATARATA

A CATARATA consiste na opacidade total ou parcial do cristalino, lente natural do globo ocular, que é responsável pela focalização da visão para perto e para longe. É a diminuição progressiva da visão, podendo ser congênita ou adquirida (que é a forma mais frequente da doença).

olho-sem-catarata

Olho sem catarata: cristalino transparente, sem caratarata, foca a luz na retina.

olho-com-catarata

Olho com catarata: cristalino opaco. Não permite que a luz atinja a retina nitidamente.

A catarata atinge quase metade (46,2%) da população mundial com mais de 65 anos. Estima-se que no mundo cerca de 160 milhões de pessoas tenham esta doença, considerada a maior causa de cegueira evitável. No Brasil são 2 milhões e surgem cerca de 120 mil novos casos ao ano.

SINTOMAS DA CATARATA

Os sintomas mais frequentes da catarata são: diminuição da acuidade visual, sensação de visão “nublada ou enevoada”, sensibilidade maior à luz, alteração da visão de cores e mudança frequente da refração.

visao-sem-catarata

Simulação de visão sem catarata.

visao-catarata-estagio-inicial

Simulação de visão com catarata em estágio inicial.

visao-catarata-estagio-avancado

Simulação de visão sem catarata em estágio avançado.

CAUSAS

As causas mais comuns são:

CATARATA SENIL

Tipo de catarata mais comum, ocorre em geral com o processo de envelhecimento, surgindo mais frequentemente após os 55 anos de idade.

CATARATA CONGENITA

Ocorre por doenças da mãe durante a gravidez, que atingem o feto. Com frequência é acompanhada de outras alterações.

CATARATA TRAUMÁTICA

Ocorre após acidentes que danificam os olhos. Geralmente é unilateral.

CATARATA DIABETICA

Geralmente, tem início precoce e provoca perda visual mais rápida do que a catarata senil.

CATARATA DECORRENTE DE MEDICAMENTOS

Principalmente os corticóides, quando usados por longos períodos.

CATARATA TEM CURA?

Sim! Felizmente, catarata tem cura.

TRATAMENTO

O tratamento curativo da catarata é o cirúrgico e consiste em substituir o cristalino opaco por prótese denominada de lente intra-ocular (LIO).

Toda vez que a qualidade de vida do portador de catarata esteja comprometida, ou seja, que existam limitações nas atividades que realiza habitualmente, a cirurgia está indicada. A evolução da catarata geralmente é bilateral com certa assimetria, daí a importância da realização da cirurgia do segundo olho para recuperação integral do sistema visual.

CIRURGIA

Resumidamente, a cirurgia de catarata é realizada sob anestesia local (absolutamente indolor) sem a necessidade de internação hospitalar. Para a recuperação visual do portador de catarata, se faz necessária a retirada do cristalino opaco e o implante de uma lente intra-ocular. A qualidade de visão com a lente intra-ocular é muito superior àquela com óculos ou lentes de contato. Por isto, o implante da lente intra-ocular é feito de rotina atualmente.