Escrito em por & arquivado em Promoções.

14585336_10210707026131898_1754152057_n

OUTUBRO ROSA

O nome remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e instituições públicas. O movimento começou na década de 90 nos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas de realização de mamografia e de detecção do câncer de mama no mês de outubro.

AUTOEXAME
O autoexame é uma medida importante para identificar nódulos de um possível câncer de mama. Esse procedimento preventivo deve ser realizado todos os meses, sempre após o período menstrual.
Nele, as mulheres devem estar atentas também a alterações como retração da pele ou do mamilo, inchaços, assimetria, avermelhamento, secreção com sangue e gânglios que surgem nas axilas, crescem e não somem. Porém, apresentar um desses sintomas não significa que há câncer, mas é um indicativo de que é preciso procurar um médico.

SINTOMAS
– Nódulo endurecido
– Abaulamento de uma parte da mama
– Inchaço da pele
– Vermelhidão no local
– Inversão do mamilo
– Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas
– Sensação de nódulo aumentado na axila
– Espessamento ou retração da pele ou do mamilo
– Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos
– Inchaço do braço
– Descamação ou coceira

a-02out_outubro_rosa_capa_face

FATORES DE RISCO.
– Ser mulher
– Raça branca
– Predisposição genética hereditária
– Mulher sem história de gravidez ou com gravidez depois dos 30 anos de idade
– Obesidade
– Cigarro
– Consumo de álcool (mais de suas doses diárias)
– Menopausa tardia
– Primeira menstruação antes dos 11 anos
– Terapia de composição hormonal combinada (por mais de 10 anos)
– Antecedentes de radioterapia
– Mamas densas
– Excesso de exposição à radiação
– Vida sedentária
– Dieta desequilibrada
– Terapia de reposição hormonal sem orientação e acompanhamento médico
– Nuliparidade (nunca ter engravidado).

98% DE CHANCES DE CURA!
Os sinais e sintomas do câncer de mama podem variar de mulher para mulher. Algumas podem não apresentar nenhum, enquanto outras podem ter todos. A medicina não é matemática, cada organismo reage de um jeito. O mais importante é a mulher conhecer o próprio corpo para detectar, antecipadamente, o possível tumor. Quando precoce, o câncer de mama tem 98% de chances de cura.